Dilma Presidenta - Em nome da verdade

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Até o dia da eleição, vai chover canivete em cima do governo

"Tira a roupa do varal que vai cair temporal", dizia o samba cantado pelo mestre Marçal.

As pesquisas que já dão Dilma Rousseff na frente de José Serra devem servir de alerta nas trincheiras do governo.

Vem chumbo grosso por aí.

Os jornais e a TV que tem nome de biscoito, que sempre foram subservientes à ditadura militar, vão queimar todos os seus cartuchos até o dia da eleição presidencial, posando de imprensa crítica e independente (na democracia é fácil...). Vão tentar mais uma meia dúzia de escândalos pré-fabricados para ver se recolocam seus velhos amigos no poder. Lembra do sequestrador do Abílio Diniz sendo apresentado à imprensa com a camisa do PT?

Onde já se viu, gastar tanto dinheiro com pobre? Onde já se viu dar dinheiro para pobre comer? Onde já se viu dar bolsa de estudo em faculdade para filho de pobre? Filho de pobre é para lavar banheiro, para varrer a rua, até para assaltar, mas nunca para ser engenheiro, médico, advogado. Isso, rumina a elite mais egoísta do mundo, é para os nossos filhos, não para os filhos dos pobres.

Mais telefones serão grampeados, mais marolas vão ser transformadas em tsunamis nas páginas, porque o papel aceita tudo. Nas ilhas de edição, vão se forjar os maiores absurdos da manipulação de informação.

Ooooooh! A Dilma falsificou o currículo!

Ooooooh! A Dilma passou por uma charrete e não deu bom dia ao cavalo! Mal-educada, antipática!

Os articulistas mais bem pagos do país vão se esmerar ainda mais para justificar seus salários com textos cretinos contra o bolsa-família, contra o presidente sem diploma e contra sua candidata, a encarnação de satanás na Terra.

Os políticos da oposição também vão usar todos os seus recursos. Lembra do Caso Lubeca, "denunciado" pelo líder latifundiário Ronaldo Caiado antes da eleição de 1989?

Não lembra? Claro, era cascata.

Todo governo tem corruptos. O da China, o dos Estados Unidos, o da Austrália, o da Coréia do Norte, de Angola e da África do Sul. O que difere um governo do outro não é a honestidade ou a falta dela, porque seres humanos são altamente corruptíveis.

O que difere um governo do outro é como ele gasta seu dinheiro.

Onde já se viu mais quatro anos gastando bilhões com essa gente miserável das favelas e periferias? Onde já se viu levar água do Rio São Francisco para o sertão nordestino? Nordestino sempre bebeu água barrenta ou morreu de sede, para quê mudar isso agora, depois de 500 anos? Os recursos do tesouro, afinal, sempre foram para que as grandes corporações abrissem novos negócios sem mexer em seus próprios cofres.

E, para deixar o tempo ainda mais fechado para o lado do governo, agora o Lula conseguiu um acordo com o Irã e a Turquia considerado importante pela diplomacia mundial. Será que para ser secretário-geral da ONU é preciso ter o segundo grau completo?

Onde estão nossos catedráticos? Nossos poliglotas? Onde estão os catedráticos da Sorbone com seus bolsos cheios de MBAs? O torneiro mecânico nem inglês fala...

E a criação de empregos formais, que bateu novo recorde para o mês de abril e se aproxima do recorde histórico, atingido em julho de 2008? Claro, tudo feito pelo PSDB, herança tucana, não é mesmo?

Aham...

Não se iluda. O governo que tire a roupa do varal, porque vai cair temporal.

Antes que me acusem de fazer jornalismo partidário, lembro que isto aqui é um blog pessoal.

Ou você é daqueles que acreditam que jornalista não teve infância e não torce pra time nenhum?

Fonte: Blog Rio Acima

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget